San Francisco, sem palavras

San Francisco San Francisco é aquele tipo de cidade como o Rio de Janeiro, em que sempre é um grande prazer retornar. Esta cidade é algo inexplicável. É mágico caminhar pelas ruas de prédios modernos e carros luxuosos disputando espaço com os velhos bondinhos (os famosos cable cars) e prédios históricos. Por qualquer lugar onde se caminha, você fica encantado, seja com a cidade e sua beleza indescritível, ou com as pessoas. Em nenhuma outra cidade no mundo você vai encontrar tanta gente diferente em pouco espaço. Não é à toa que é considerada uma das cidades mais cosmopolitas do mundo.

Já comecei a postar fotos desta viagem no meu gallery.

Continue reading “San Francisco, sem palavras”

Washington, DC

Andei passeando por Washington ontem, onde deu para conhecer alguma coisa da cidade, que é de certa forma bem interessante.

Washington foi uma cidade planejada, como Brasília. Isso é legal porque ela é bem divida e é relativamente organizada. Seria mais fácil de andar pela cidade se ela não fosse cortada pelo Rio Potomac. Tal como Brasília, residem na cidade pouca gente, apenas uns 580 mil habitantes, embora sua área metropolitana concentre mais de 5 milhões.

Continue reading “Washington, DC”

Cá estou, na capital nacional

Chegamos tranquilo no aeroporto Washington Dulles International Airport (IAD) às 6h20, pouco antes do previsto, graças às forças dos ventos, literalmente.

A tranquilidade acabou logo em seguida, quando cheguei na fila da imigração. Meu vôo deve ter desembarcado uns 200 passageiros. Foram para a fila de não-cidadãos umas 100 pessoas. Logo em seguida, chegou outro vôo da Europa e mais um da ?frica, todos em aviões de grande porte. Todo mundo na mesma fila. Adivinhe quantos oficiais de imigração trabalhando? Um! A média para cada pessoa é de uns três minutos, para umas perguntinhas básicas, impressão digital digital (isso mesmo, sem tinta) e um sorriso para a foto.

Continue reading “Cá estou, na capital nacional”

LinuxWorld San Francisco 2006

Estou escrevendo offline do avião. Agora são 0h31 (hora de Brasília) do dia 12 de agosto de 2006.

Ontem (dia 11) comecei mais uma das minhas viagens, desta vez para participar da LinuxWorld em San Francisco, California, EUA. Esta é a segunda vez que participo da LinuxWorld naquela cidade. Estive no mesmo evento em 2003, quando estive 40 dias fora do Brasil e participei também de atividades na Costa Rica. Continue reading “LinuxWorld San Francisco 2006”

Para que me serve um blog?

Boa pergunta. Antes da resposta, vale uma historinha.

As pessoas que me conhecem sabem o quanto eu gosto de fotografia (e também de outras coisinhas, como computação, economia, música, jornalismo, viagens, meteorologia, carros, aviação, eletrônica, matemática, tecnologia, comunicações, física, geografia, história, cinema, línguas, entre outras coisas), não de ser fotografado (na verdade odeio), mas de fotografar, estar atrás da câmera.

Sinceramente, eu seria feliz trabalhando com qualquer uma das coisas citadas acima, coisas que eu realmente me interesso. Naturalmente não se pode fazer tudo na vida, ainda mais profissionalmente, então algumas coisas viram profissão, outras hobby, e muitas outras apenas ficam na vontade. Conforme a vida vai passando, a gente vai descobrindo outros interesses, e naturalmente se desinteressando por alguns assuntos.

Continue reading “Para que me serve um blog?”